Banda

Prika Amaral iniciou a banda em fevereiro de 2010 com Fernanda Terra, muitas garotas tocaram em Nervosa até julho de 2011, onde compuseram algumas músicas. Apesar de fazerem parte de bandas de estilos diferentes anteriormente, como death metal e crossover, elas viam nas composições de Nervosa a mesma paixão: thrash metal. Com fortes influências vindas de bandas da escola clássica desse gênero, as garotas da banda buscam resgatar o melhor da música pesada.

Em agosto de 2011, Fernanda Lira assumiu o baixo e os vocais do NERVOSA, e só então, finalmente com toda a banda completa, a banda começou a gravar e a tocar shows.

Em março de 2012, a banda lançou seu primeiro videoclipe para “Masked Betrayer”, que alcançou a incrível marca, para uma nova banda, de 20.000 visualizações em apenas uma semana, levando-os a receber uma Menção Honrosa do YouTube, como a 17ª clipe de música mais assistido da semana e 55º mais vistos no mês de março daquele ano.

Graças à notoriedade obtida com seu trabalho árduo, a NERVOSA nos meses seguintes alcançou uma grande conquista: o contrato com a gravadora austríaca Napalm Records, que tem em sua lista nomes como Cavalera Conspiracy, WASP, Grave Digger, Moonspell, Huntress, entre muitos outros.

Ainda em 2012, o primeiro disco da banda, uma demo com três faixas, foi lançado no Brasil em março em CD de forma independente, sob o título ‘2012’, e em agosto no exterior pela Napalm Records em vinil turquesa e pela Nuclear Blast em uma versão transparente, ambos sob o título ‘Time Of Death’, cuja capa foi desenhada pelo artista Andrei Bouzikov, que já trabalhou com várias bandas anteriormente, como Municipal Waste.

Nervosa encerra o ano de 2012 com um saldo muito positivo, com mais de 50 shows realizados em todo o país, entre eles, dividindo o palco com bandas como Exodus, Raven, Grave, Samael (no festival Roça n Roll), Exumer e Artillery, entre outras.

Após um período de troca de bateristas, quem assumiu o cargo em fevereiro de 2013 foi Pitchu Ferraz.

Assim, o ano de 2013 começou com uma vibração renovada, e a banda continuou a promover seu EP em todo o país, com shows em vários estados e até uma turnê no Norte e Nordeste do país, além de dividir o palco com outros grandes nomes do cenário mundial, como Korzus, Ratos de Porão e também Destruction, Exciter, Blaze Bayley, Kreator, DRI And Benediction.

Em 2014, as meninas terminaram a gravação do seu primeiro album, intitulado Victim of Yourself, com 12 faixas e cuja capa foi assinada novamente pelo artista Andrei Bouzikov, e o encarte foi produzido pelo artista brasileiro Rafael Romanelli.

O álbum foi lançado em março do mesmo ano pela Napalm Records na Europa e América do Norte e por outras gravadoras e distribuidores na América do Sul, Japão e Rússia. Além do formato tradicional de CD, também foram lançadas 4 versões em vinil – nas cores preto, azul, vermelho e claro, distribuídas pela própria Napalm Records e também pela Nuclear Blast.

Dois clipes foram lançados durante a promoção do álbum: ‘Death!’, Que alcançou visualizações recordes entre os vídeos da banda (mais de 2 milhões de visualizações), e ‘Into Moshpit’, uma compilação de vídeo ao vivo que demonstra toda a energia das garotas em um show ao vivo.

Esses dois singles, somados às outras faixas do álbum, fizeram ‘Victim of Yourself’ alcançar uma ótima resposta do público metal, além de destaque e boas classificações nas principais revistas do segmento em todo o mundo, como European Metal Hammer, Rock Hard, Terrorizer e Bass Guitar, o American Revolver and Guitar World e até o Japanese Burrrn, além das revistas Brazilian Roadie Crew, Bass Player, Guitar Player e Modern Drummer.

A boa recepção do álbum foi essencial para resultar em uma longa e intensa turnê que durou os anos de 2014 e 2015. Para promover o álbum no Brasil, a banda tocou em 17 estados brasileiros, passou por 7 países da América Latina e fez uma turnê européia de sucesso, com 51 shows em 60 dias, incluindo um total de 16 países no continente, incluindo apresentações em alguns dos maiores festivais de verão da Europa, como Summerbreeze, Brutal Assault, Metal Days, Obscene Extreme, entre outros.

A turnê promocional ‘Victim of Yourself’ também levou a banda aos Estados Unidos pela primeira vez em 2016. Começando com duas apresentações no já tradicional cruzeiro ‘70000 toneladas de metal’, saindo da Flórida e indo para a Jamaica, a turnê também passou por grande parte da costa oeste do país e também para o sul, com mais de 30 shows desde o estado de Washington até o estado da Flórida. Além disso, outros novos territórios foram explorados por Nervosa, como o México, onde a banda fez turnê por duas semanas, e outros locais como Porto Rico e Peru.

Em 2016, a banda gravou seu segundo álbum, intitulado ‘Agony’. Gravado e produzido nos estados da Califórnia e Oregon nos Estados Unidos por Brendan Duffey e mixado e masterizado pelo mestre do thrash Andy Classen, o álbum teve sua estréia mundial anunciada em 3 de junho pelo selo austríaco Napalm Records.

Este mesmo ano também foi muito intenso em relação aos shows para promover seu último álbum: houve mais de 160 shows apenas em 2016.

As turnês de promoção ‘Agony’ incluem uma turnê européia de verão com quase 50 datas, um mês inteiro de shows na costa leste dos EUA e também no Canadá, além de duas turnês européias como convidados especiais da banda alemã Destruction por um total de quase 60 shows, parte deles ao lado das grandes bandas Flotsam & Jetsam e Enforcer.

Em 2017, quem assume oficialmente a bateria da banda é a competente Luana Dametto, que tocou em duas grandes turnês européias (com Destruction e, posteriormente, Venom Inc. e Suffocation) e também na ‘World in Agony Tour’. que passou pela Europa no verão de 2017 e também por toda a América Latina.

Em junho de 2018, a banda lançou seu novo álbum “Downfall of Mankind”, via Napalm Records e fez muitas turnês na Europa, América Latina e Ásia. O álbum foi muito aclamado pela crítica e em 2019 tocou no Rock in Rio diante de mais de 70 mil pessoas.

Em 2020, a banda se separou e anunciou a nova formação com Diva Satanica (Bloodhunter) nos vocais, Mia Wallace no baixo (Abbath, Triumph of Death, entre outros) e Eleni Nota na bateria (Mask of Prospero e Croque Madame).

A banda está em fase de composição para seu novo álbum.

 

NERVOSA - Official Website - All Rights Reserved 2018
Website by Joao Duarte - J.Duarte Design - www.jduartedesign.com